Brasileiros das duplas estreiam com vitória e seguem em busca de inédito título

22.Fev.2017

A quadra 1 do Rio Open apresentado pela Claro, que já ficou conhecida por ser um caldeirão pela proximidade do público, ferveu nesta quarta-feira. Bruno Soares e Marcelo Melo, os dois destaques brasileiros das duplas, e seus respectivos parceiros estrearam com vitória na competição. Os últimos ingressos para o maior torneio de tênis da América do Sul estão à venda no site www.tudus.com.br e na bilheteria do Jockey Club, na entrada do complexo.

Campeão da chave de duplas de Roland Garros 2015, Melo e seu novo parceiro no circuito, o polonês Lukasz Kubot, campeão do Australian Open 2014, estrearam com vitória. Com a arquibancada lotada, eles derrotaram os brasileiros João Souza, o Feijão, e Fabrício Neis, por 6/1 e 7/6 (4). Nas quartas de final, nesta quinta, no terceiro jogo da quadra 1, eles enfrentarão a dupla formada pelo chileno Julio Peralta e o argentino Horacio Zeballos.

Também na quadra 1, Bruno e o britânico Jamie Murray, campeões de dois Grand Slams em 2016 e dupla número 1 da temporada, derrotaram o brasileiro Marcelo Demoliner e o neozelandês Marcus Daniell por 6/4 e 6/2. Os cabeças de chave nº 1 voltam à quadra 1 nesta quinta-feira, no segundo jogo da rodada que começa às 16h30, para enfrentar a parceria formada pelos argentinos Andres Molteni e Diego Schwartzman.

Tanto Bruno como Marcelo ainda não sentiram o gosto de vencer o Rio Open. Bruno foi três vezes semifinalista, no ano passado jogando ao lado de Marcelo. Neste ano, trouxe Murray, o irmão mais velho de Andy Murray, atual número 1 de simples. Eles começaram a jogar juntos no ano passado e conquistaram o  Australian Open e o US Open -, feitos que os levaram ao topo do ranking. "Foi uma estreia boa, um dos melhores jogos que fiz aqui. Se continuarmos assim, temos boas chances de buscar o título", disse Bruno.

Bem ambientado ao clima do Brasil, Murray agradeceu o apoio do público. "Está sendo divertido jogar aqui, recebo apoio todos os dias do público brasileiro. Não costuma ser assim nos outros torneios, então está sendo bem legal", disse o britânico.

Molteni e Schwartzman garantiram o direito de enfrentar Bruno e Murray com a vitória sobre o brasileiro André Sá e o espanhol Tommy Robredo por 6/4 e 6/3. Em outro jogo, o argentino Facundo Bagnis e o português Gastão Elias venceram o italiano Paolo Lorenzi e o português João Sousa por 2/6, 7/6 (8) e 10/5.

 

Thiem confirma favoritismo e avança às quartas de final do Rio Open

O austríaco Dominic Thiem, atual número 8 do ranking mundial, confirmou a condição de favorito e venceu o sérvio Dusan Lajovic, nesta quarta-feira, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/5, para avançar às quartas de final do Rio Open. O próximo adversário do semifinalista de Roland Garros 2016 será o argentino Diego Schwartzman, que passou pelo compatriota Federico Delbonis por 6/4 e 7/6 (1).

Uma das novas estrelas do circuito, o jovem de 23 anos, além da semifinal do Grand Slam francês, conquistou quatro títulos no ano passado, chegando a sete no total. Ele vai ter um dia de descanso antes da partida contra Schwartzman. "Acho que fiz uma boa partida contra um adversário difícil. Agora é aproveitar que não jogo nesta quinta para descansar e me preparar bem", disse o austríaco.

Em outra partida desta quarta, o italiano Fabio Fognini foi eliminado pelo espanhol Albert Ramos Vinolas por 6/2 e 6/3.  O adversário de Vinolas, nas quartas de final, será o argentino Nicolas Kicker, que veio do qualifying e nesta quarta venceu o belga Arthur De Greef por um duplo 6/3.

Vice-campeão na edição 2015, Fognini não teve chances contra o canhoto Vinolas, semifinalista do ATP 250 de Quito, há duas semanas. O espanhol, atual 25º do mundo, alcançou as quartas de final de Roland Garros 2016, vencendo no caminho o canadense Milos Raonic, atual número 4 do mundo.

Compartilhe