Isner, Fognini e Bellucci abrem a disputa do Rio Open nesta segunda

14.Fev.2016

Muito ambientado no Brasil e esbanjando simpatia por onde passa, o norte-americano John Isner será uma das atrações desta segunda-feira, primeiro dia do Rio Open apresentado pela Claro, o maior torneio de tênis da América do Sul, disputado no Jockey Club Brasileiro.


Número 12 do ranking mundial e cabeça de chave 4 do torneio, Isner enfrentará o argentino Guido Pella, 71º, por volta das 17h, na quadra central. Também entram em ação nesta segunda o brasileiro Thomaz Bellucci contra o ucraniano Alexandr Dolgopolov, vice-campeão na edição de 2014, e o italiano Fabio Fognini, finalista no ano passado.


A noite do Rio Open terá também Gustavo Kuerten. O tricampeão de Roland Garros estará presente na quadra central, que receberá o seu nome. Antes, às 16h, ele concede entrevista coletiva.


O Rio Open apresentado pela Claro tem disputas simultâneas de um ATP World Tour 500 e de um WTA Internacional. A premiação da chave masculina é de US$ 1,3 milhão, e a feminina de US$ 250 mil. O torneio é disputado no saibro, no complexo montado no Jockey, que conta com nove quadras, sendo a central com capacidade para 6.200 pessoas.


Com 2,08cm, é difícil não notar Isner pelas alamedas do Jockey. Além disso, o vencedor do jogo mais longo da história do tênis - 11h05 em Wimbledon 2010 - é muito simpático. Impressionado com a beleza da cidade, já sobrevoou o Rio de helicóptero, visitou a Rocinha, atraindo vários fãs por onde passa. O jogador dono de dez títulos na carreira fará seu primeiro jogo contra Pella. Neste ano, avançou às quartas de final em Auckland, e foi às oitavas no Australian Open e em Buenos Aires.


Após o jogo de Isner, Bellucci enfrentará Dolgopolov, 31º do ranking. O retrospecto não é favorável ao melhor tenista brasileiro, atual 30º do mundo. Foram duas vitórias para o vice-campeão do Rio Open 2014. Uma delas neste ano, em Sydney, mas Bellucci chega motivado e embalado pelo vice-campeonato em no ATP de Quito. No último jogo da central, o italiano Fabio Fognini, vice-campeão no ano passado, enfrenta o britânico Aljaz Bedene.


Pela chave feminina, as brasileiras Gabriela Cé e Beatriz Haddad Maia, que receberam convite da organização, também fazem a estreia. Cé, 247º do mundo, abre a rodada da quadra central, às 14h15, contra a romena Ana Bogdan, 154º. Bia, 229º, pega a romena Sorana Cirstea, 194º.


Veja mais imagens em www.flickr.com/rioopen2016.

Compartilhe