Favorito Marin Cilic estreia no Rio Open na segunda-feira contra jogador vindo do qualifying

17.Fev.2018

Grande estrela da edição 2018 do Rio Open, o croata Marin Cilic fará sua estreia nas quadras do Jockey Club Brasileiro logo no primeiro dia da competição, na segunda-feira, na sessão noturna. O adversário do vice-campeão do Aberto da Austrália em janeiro e campeão do US Open 2014 sairá do qualifying neste domingo. O primeiro dia do maior torneio de tênis da América do Sul também vai promover o duelo entre o brasileiro Thomaz Bellucci e o italiano Fabio Fognini, vice-campeão do Rio Open 2015 e ex-número 13 do mundo. Os ingressos estão à venda no site www.tudus.com.br/rioopen . Os dias 23 e 24 já estão com ingressos esgotados.

O sorteio da chave principal do ATP 500 do Rio foi realizado neste sábado, na Praça Rio Open, com a participação do público e assim como Bellucci, os outros dois brasileiros garantidos na chave terão jogos difíceis na estreia. Thiago Monteiro enfrentará o uruguaio Pablo Cuevas, campeão do Rio Open 2016, e Rogério Dutra Silva joga com Albert Ramos Vinolas, cabeça de chave 4.

Campeão no ano passado, o austríaco Dominic Thiem enfrentará na primeira rodada o sérvio Dusan Lajovic. Já o francês Gael Monfils, conhecido por suas jogadas espetaculares, terá pela frente o argentino Horacio Zeballos. O argentino Diego Schwartzman, atual 24º do mundo, pega o jovem norueguês Casper Ruud, surpresa da edição 2017, em que foi semifinalista.

Vice-campeão do Rio Open no ano passado, o espanhol Pablo Carreño Busta, 10o colocado no ranking mundial também aguarda um jogador do qualifying. Mesma situação do norte-americano Tennys Sandgren, que chamou a atenção no início do ano ao alcançar as quartas de final no Aberto da Austrália.

O brasileiro Rogério Dutra Silva participou da cerimônia do sorteio da chave e falou sobre o sorteio difícil. "Eu preferia não jogar contra cabeça de chave na primeira rodada, mas saiu e vamos lá, não tem muito que lamentar. O torneio é muito forte, são jogos muito acirrados. Vai ser interessante para o público porque vão ter várias batalhas", disse Rogerinho, lembrando a importância do apoio do público. "O fator positivo é estar jogando em casa. A gente joga o ano inteiro fora, então estar aqui com a torcida brasileira é importante. Quero convocar todo mundo para vir dar aquela força, trazer uma energia extra".

ENTREVISTAS COLETIVAS DOMINGO *novos horários

Marcelo Melo e Lukasz Kubot - 16h

Thomaz Bellucci - 16h30

Confira a chave principal do Rio Open

Fotos disponíveis : https://www.flickr.com/photos/rioopen2018

Compartilhe