Cuevas, Schwartzman e Carreño Busta também garantem lugar nas oitavas

21.Fev.2018

O cearense Thiago Monteiro lutou muito, mas levou a virada do uruguaio Pablo Cuevas, campeão da edição 2016, e deixou o Rio Open apresentado pela Claro sem representantes brasileiros na chave. O uruguaio venceu por 6/7 (5), 7/6 (10) e 6/3.

Cuevas precisou de 2h41 para eliminar Thiago, em um jogo equilibrado do início ao fim. O uruguaio, 33º do mundo, que já havia eliminado Thiago na edição 2016 do torneio,  saiu na frente, abriu 4 a 2, mas viu Thiago reagir e virar, fechando no tiebreak. No segundo set, o uruguaio também ficou à frente, com uma quebra, e o brasileiro levou a decisão mais uma vez para o tiebreak. Thiago teve três chances de fechar a partida, mas Cuevas, com seu backhand firme se segurou e empatou o jogo, fechando por 12 a 10. No set decisivo, o uruguaio abriu 3 a 1, viu Thiago empatar, mas soube usar da sua experiência para fechar por 6/3.

"É uma derrota que a gente sente mais, por ter ficado tão perto da vitória. Foi um jogo duro, o melhor que fiz contra ele. Fico chateado, mas também foi mérito dele, que foi melhor nos momentos importantes" , disse o número 1 do Brasil, que recebeu convite da organização. 

Cuevas volta à quadra nesta quarta para enfrentar o português Gastão Elias.

Em outro jogo, o argentino Diego Schwartzman avançou sem grande esforço. O jovem norueguês Casper Ruud sentiu dores no tornozelo direito e se retirou da partida no primeiro set, quando Schwartzman vencia por 4 a 1. O próximo adversário do argentino, que vive sua melhor fase, na 23ª colocação do ranking, será seu compatriota Federico Delbonis, que também viu seu adversário desistir, o tcheco Jiri Vesely, após estar vencendo por 6/2 e 3/2. A vitória sobre Vesely teve sabor especial para Delbonis. Foi a centésima dele no circuito. O duelo argentino será nesta quarta, às 16h30, na abertura do terceiro dia da competição.

Já o vice-campeão no ano passado, o espanhol Pablo Carreño Busta, venceu fácil o italiano Marco Cecchinato, que veio do qualifying, por 6/4 e 6/1. Seu próximo adversário será o eslovaco Aljaz Bedene, vice-campeão em Buenos Aires no último domingo, que eliminou o austríaco Andreas Haider-Maurer por 7/5 e 6/2.


 


 

Compartilhe