Sensação chilena Jarry surpreende Cuevas e busca vaga na final contra Schwartzman, neste sábado

23.Fev.2018

A jovem sensação chilena Nicolas Jarry superou o uruguaio Pablo Cuevas, campeão da edição 2016, nesta sexta-feira, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3, e disputará a semifinal do Rio Open apresentado pela Claro contra o argentino Diego Schwartzman. O argentino, cabeça de chave nº4,  eliminou o showman francês Gael Monfils por 6/3 e 6/4. A partida valendo vaga na final será neste sábado, às 17h. A outra será entra Fernando Verdasco e o vencedor do confronto entre Fabio Fognini e Aljaz Bedene. Os ingressos estão esgotados. Para domingo estão à venda no site www.tudus.com.br/rioopen .

O jovem chileno de 22 anos não se intimidou ao enfrentar o experiente Cuevas, campeão do Rio Open 2016. Foi firme no saque, jogou de forma agressiva e aproveitou a primeira chance que teve para vencer, subindo à rede e fechando o ponto. Será a primeira semifinal de um torneio nível ATP de Jarry.

"Vim aqui pensando em jogar o qualifying, mas alguns jogadores desistiram por lesão e acabei entrando na chave. As condições mais lentas do Rio me favorecem, mas não esperava ir tão longe, vencendo jogadores experientes no saibro. Estou muito feliz com esse resultado", disse o chileno de 1,98m de altura.

Jarry segue os passos do avó Jaime Fillol, que foi 14º do mundo, com 7 títulos na carreira. "Ele foi um grande jogador, e me incentivou a seguir a carreira no tênis", contou o chileno.

A partida contra Schwartzman será a primeira entre os dois. O argentino de 25 anos, cabeça de chave nº 4 do torneio, alcançou sua melhor posição no ranking, o 24º lugar, em janeiro, após chegar nas oitavas de final do Aberto da Austrália, e faz sua melhor campanha no Rio Open - no ano passado parou nas quartas. 

Contra Monfils, Schwartzman dominou o jogo. O francês até fez suas jogadas performáticas, teve chances, mas o argentino foi mais consistente. A partida na quadra Guga Kuerten foi acompanhada por bom público e por Gustavo Kuerten, que ao entrar no estádio foi ovacionado pelos fãs. Guga assistiu ao jogo ao lado dos principais nomes do tênis brasileiro.

"É sempre bom vencer jogadores como o Gael (Monfils), que foi top 10. Venho melhorando ano a ano, e agora estou na minha primeira semifinal de um ATP 500 no saibro. Estou confiante para o próximo jogo. Nunca joguei com Jarry, mas o conheço bem, ele tem um tênis agressivo, é alto, tem saque fortíssimo", disse o jogador, baixo para os padrões do esporte, com 1,70m.

Muito aguardado pelo público do Rio Open, Monfils elogiou a competição. "Gostaria de ter jogado melhor, e do outro lado da quadra havia um ótimo jogador. Mas saio daqui feliz com a experiência de ter jogado o torneio. O clube é ótimo, o torneio bem organizado, gostei de ter vindo para os torneios da gira sul-americana de saibro, e considero voltar", disse.

 

Compartilhe