João Souza, o Feijão, avança para as quartas de final em jogo emocionante

18.Fev.2015

Em uma verdadeira batalha de mais de três horas de duração, João Souza, o Feijão, conquistou uma vitória empolgante sobre o esloveno Blaz Rola e se classificou às quartas de final da chave de simples do Rio Open apresentado pela Claro. Contando com o apoio irrestrito do público na quadra central do Jockey Club Brasileiro, Feijão se entregou ao máximo, não se abalou por ter perdido quatro match points e fechou o confronto em 2 sets a 1, parciais de 6/4, 6/7 (9-11) e 6/4. Esta foi a terceira vitória seguida de Feijão, que segue vivo tanto na chave de simples como na chave de duplas (ao lado de André Sá) do maior torneio de tênis da América do Sul.

  “Estou me sentindo mais leve, mais sólido, mais confiante... Acho que vivo o melhor momento de minha carreira. Sei que ainda não estou no meu auge, mas estou chegando cada vez mais perto”, disse Feijão, que não esqueceu de destacar o apoio da torcida: “Tenho certeza que se não fossem os torcedores eu não teria conseguido”.

Na fase quartas de final Feijão enfrenta o austríaco Andreas Haider-Maurer, que de forma surpreendente venceu o cabeça de chave número três Tommy Robredo (Espanha) com contundentes 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/2, em 1h08.

“Espero poder desfrutar do jogo e dar o meu máximo na quadra”, disse Feijão sobre seu próximo confronto na chave de simples do Rio Open apresentado pela Claro.

Um dos favoritos ao título do torneio, o espanhol David Ferrer fez um primeiro set equilibradíssimo contra o holandês Theimo de Bakker, mas acabou favorecido por uma contusão de seu adversário e se classificou à próxima fase com parciais de 7/6 (10-8) e 2/0 e abandono. O quarto classificado do dia para às quartas de final foi o argentino Juan Monaco, que precisou de 1h22 e dois sets para vencer o finlandês Jarkko Nieminem com parciais de 6/1 e 7/6 (7-4).

Pela chave feminina, a brasileira Gabriela Cé foi eliminada em jogo duro contra a sueca Johanna Larsson, cabeça de chave 5, com parciais de 7/6 (4) e 6/4. Na estreia, Cé havia conquistado sua primeira vitória no circuito WTA contra a francesa Pauline Parmentier. "Os dois jogos aqui foram contra tops 100 e consegui ter um nível de igual para igual com elas. É seguir neste caminho e oscilar menos mentalmente para dar o próximo passo", analisou a 261ª do ranking mundial.


Em outra partida, a cabeça de chave número 2, a romena Irina-Camelia Begu, derrotou a norte-americana Bethanie Mattek-Sands por 6/2 e 6/4.  Já a norte-americana Madison Brengle, cabeça 4, perdeu para a alemã Dinah Pfizenmaier por 7/5, 0/6 e 7/5.

Beatriz Haddad Maia e Teliana Pereira também avançaram na chave de duplas nesta quarta. A paulistana e a pernambucana estrearam com vitória sobre a dupla cabeça de chave 2, formada pela romena Raluca Olaru e pela taiwanesa Chin-Wei Chan, com parciais de 7/6 (2) e 7/6 (4).

Bia e Teliana terão pela frente a romena Elena Bogdan e a norte-americana Nicole Melichar em busca da vaga na semifinal. Já pelas quartas de final, a paulista Laura Pigossi foi eliminada junto à montenegrina Danka Kovinic. A parceria perdeu para a belga Ysaline Bonaventure e para a sueca Rebecca Peterson por 6/4, 3/6 e 12-10.

Compartilhe