Bellucci e Nadal na primeira rodada do Rio Open

14.Fev.2015

O sorteio que definiu os confrontos da primeira rodada do Rio Open apresentado pela Claro, realizado neste sábado, no Shopping Leblon, colocou o principal tenista brasileiro contra o favorito da competição. Thomaz Bellucci vai encarar o espanhol Rafael Nadal, na noite de terça-feira, na quadra central do Rio Open, no Jockey Club Brasileiro.


Após o sorteio, Bellucci estava no evento e comentou o a dificuldade de enfrentar o espanhol: "O sorteio foi ingrato, mas tem o lado bom e o lado ruim. Será um desafio jogar com ele. É uma oportunidade única jogar no Brasil contra o Nadal", explicou o brasileiro, atual 63º do ranking. Bellucci já enfrentou o atual nº 3 do mundo em três oportunidades e perdeu todas - Wimbledon 2012, Roland Garros 2010 e Roland Garros 2008. "Ele é favorito, mas a primeira rodada é quando é possível surpreender um jogador como ele, que ainda está se adaptando às condições do torneio. vou dar meu máximo e tentar surpreender", acrescentou o brasileiro.

Quadrifinalista no ano passado, Bellucci reconhece que a torcida brasileira vai ficar dividida. O ex-número 1 do mundo e nove vezes campeão de Roland Garros tem muitos fãs no Brasil. "Qualquer lugar que ele vai, na maioria das vezes o público torce por ele. Espero que na terça seja diferente, mas sei que ele tem muitos fãs, que vão ficar do lado dele, o que é normal".

Nos outros jogos da primeira rodada do Rio Open, o cabeça de chave nº 2, o espanhol David Ferrer, terá pela frente um jogador vindo do qualifying. Assim como os outros brasileiros na chave, João Souza, o Feijão, e Guilherme Clezar. Já o espanhol Tommy Robredo, cabeça 3, pega o sueco Elias Ymer, e o italiano Fabio Fognini, favorito nº 4, encara o tcheco Jiri Vesely.

Duplas brasileiras conhecem adversários da estreia no Rio Open


Cabeça de chave número um do Rio Open, a dupla formada pelo brasileiro Bruno Soares e pelo austríaco Alexander Peya encara na primeira rodada a parceria do sueco Johan Brunstrom e do norte-americano Nicholas Monroe. Marcelo Melo, duplista finalista na primeira edição do evento, realizada no ano passado, jogará com o austríaco Julien Knowle e encara na estreia o espanhol Pablo Andujar e o austríaco Oliver Marach.

Além de Bruno e Marcelo, o Brasil também será representado na competição de duplas por mais duas parcerias integralmente nacionais. André Sá e João "Feijão" Souza duelam contra os argentinos Maximo Gonzalez e Juan Monaco, enquanto Fabiano de Paula e Marcelo Demoliner enfrentam o eslovaco Martim Klizan e o austríaco Philipp Oswald. Campeões do torneio em 2014, os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah iniciam a busca pelo bicampeonato diante do colombiano Santiago Giraldo e do espanhol Albert Ramos-Vinolas.

Compartilhe