Ferrer confirma favoritismo, elimina Bellucci e está na semifinal do Rio Open apresentado pela Claro hdtv

22.Fev.2014

O brasileiro Thomaz Bellucci lutou muito, mas o jogo consistente do espanhol David Ferrer acabou prevalecendo e o número 4 do mundo está na semifinal do Rio Open apresentado pela Claro hdtv. O vice-campeão de Roland Garros 2013 e cabeça de chave número 2 do evento eliminou o brasileiro, de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 6/3. O adversário deste sábado, por volta das 17h, será o ucraniano Alexandr Dolgopolov, que derrotou o nº 14 do mundo, o italiano Fabio Fognini, por um duplo 6/1. 

Bellucci começou bem a partida e não se intimidou ao enfrentar o número 4 do mundo. Foi superior nas trocas de bolas, errou menos e até contou com a sorte, com bola batendo na rede e voltando para o lado de Ferrer. No segundo, o espanhol melhorou, e fechou por 6 a 3. No set decisivo, Ferrer quebrou o saque de Bellucci e abriu 2 a 1. Incomodado com dores na coxa direita, o brasileiro pediu atendimento médico. Quando o jogo iria recomeçar, parte das luzes da quadra central apagaram. O jogo foi interrompido, e no retorno, sacando melhor, Bellucci tentou equilibrar a partida, mas cometeu erros em momentos decisivos. Experiente, Ferrer soube segurar a vantagem e fechar por 6/3. 

Bellucci, atual 130ª do ranking e que entrou na chave principal do maior torneio de tênis da América do Sul com convite da organização, saiu aplaudido da quadra, e satisfeito com o que jogou no Rio. "Desde que cheguei aqui, fui bem recebido, a torcida me tratou bem, mesmo quando não estava jogando bem. Já tive experiências ruins, mas aqui a torcida nunca me colocou para baixo", que contou ter pedido atendimento médico por causa de fadiga muscular. "Já estava sentindo a perna puxar nos outros jogos, e naquele momento esta incomodando um pouco mais".

O brasileiro reconhece que teve chances para vencer Ferrer, o que seria sua segunda vitória sobre o espanhol em cinco jogos. "Tive um ou dos breaks  e até poderia ter ganhado. Mas tive que fazer um jogo arriscado, porque ele é um jogador que erra pouco, e falhei em alguns bolas", concluiu Bellucci, que deve chegar próximo ao top 100 na lista do ranking que sai na semana que vem.  

Garantido na semifinal, Ferrer conhece muito bem seu próximo adversário, o ucraniano Alexandr Dolgopolov. Eles já se enfrentaram oito vezes no circuito e o espanhol venceu sete. "Foram sempre partidas duras e não será diferente. Hoje, contra Bellucci, não comecei bem, talvez porque tinha feito meus jogos à noite e começamos a jogar à tarde. Mas consegui melhorar e busquei a vitória", disse o dono de 21 títulos do circuito.

A última vez que Ferrer enfrentou Dolgopolov foi no início do ano, na quadra dura de Doha. No saibro do Rio, o ucraniano vem surpreendendo. Já passou por dois cabeças de chave - primeiro o espanhol Nicolas Almagro, favorito nº 5, e hoje o italiano  Fognini, 3º. Foi a terceira vitória do ucraniano, 54º, sobre Fognini no circuito. O italiano vinha de sequência boa no saibro, com dois títulos em 2013, em Stuttgart e Hamburgo, outro nesta temporada, em Viña del Mar, além de dois vice-campeonatos em Umag e Buenos Aires. "Eu estava em um dia muito bom, joguei de forma agressiva e consegui ser superior nas longas trocas de bola", explicou Dolgopolov, que antes de saber o adversário da semifinal, disse que não via diferença entre enfrentrar Bellucci ou Ferrer. "Ferrer tem melhor ranking, Bellucci está em casa. Não vejo diferença, quem passa para a semifinal é porque está muito bem no torneio".


* A queda de luz ocorrida nesta sexta-feira (21) na quadra central do Rio Open aconteceu devido a variações no sistema de iluminação. Para regularizá-lo foi necessário aguardar o resfriamento das lâmpadas, que , por serem de vapor metálico, precisam seguir este procedimento.



INFORMAÇÕES E SERVIÇOS PARA O PÚBLICO

Abertura dos portões: 10h

Local de entrada: Rua Mario Ribeiro, 410, Leblon

O que pode: frutas e sanduíches em sacos transparentes, capa de chuva e guarda-chuva

O que não pode: garrafas de vidro e embalagens de bebidas alcoólicas

Como chegar: Para os espectadores que optarem pela utilização de transporte público, ônibus vindos da região Oeste, sentido Lagoa, passam próximos ao local. Ônibus de integração do Metrô e demais vindos pelo sentido Jardim Botânico têm como ponto mais próximo da entrada o Baixo Gávea. Táxi é outra boa opção. 

Entretenimento e alimentação: Nem só de jogos viverá o Rio Open apresentado pela Claro hdtv. Para que os fãs tenham uma experiência completa haverá uma área interativa, logo na entrada do complexo (pela Av. Mario Ribeiro) do Jockey Club Brasileiro, chamada Leblon Boulevard. O espaço de entretenimento contará com restaurantes (bebidas, cachorro-quente, pizza, comida japonesa, sorvete e frutas), stands de patrocinador e um telão com a transmissão dos jogos, fruto de uma parceria com o Shopping Leblon. A estrutura do evento também terá outros três bares, em diferentes pontos. Vendedores também circularão pelo evento vendendo água, cachorro quente e sorvete. O evento também contará com espaços interativos e lojas de marcas patrocinadoras.

Retirada de Ingressos:  aconselha-se chegar uma hora antes das partidas para retirar.

Meia-entrada: estudantes devem apresentar carteirinha da instituição; idosos (acima de 64 anos) e menores de 21 anos devem levar identidade; professores das redes pública e municipal de ensino do Rio de Janeiro devem mostrar a carteira funcional expedida pela Secretaria Municipal de Educação.

Mais informações no site oficial do evento: www.rioopen.com.br

O Rio Open é apresentado pela Claro hdtv, além do patrocínio máster da Claro hdtv, conta com o patrocínio de Itaú, Rolex, Peugeot, Correios, Raízen, Light, TAM, TAM Viagens, Xerox, Corona, Furnas, Asics, Amil, Head, Universidade Estácio de Sá e Glanbia. Conta com o apoio do Sheraton Rio Hotel & Resort - hotel oficial, Lenovo, IMG Academy, Shopping Leblon, Perrier - água oficial, Antônio Bernardo, Artefacto, Trousseau, Rio Sol, Faberg e Jockey Club Brasileiro. Otorneio terá transmissão em HD de até seis jogos diários peloscanais SporTV e a ATP Media distribuirá o sinal dos jogos diariamente para mais de 50 países. A Prefeitura do Rio de Janeiro através da Secretaria de Turismo dará todo o apoio ao torneio. O Rio Open é Incentivado pela Lei Estadual deICMS do Governo do Rio de Janeiro por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer e chancelado pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Women´s Tennis Association (WTA), Confederação Brasileira de Tênis e Federação Carioca de Tênis. Promoção IMX.

SOBRE A IMX

Criada no final de 2011, a IMX é uma holding de negócios nos setores de esportes e entretenimento e investe em conteúdos proprietários que fazem parte do calendário de grandes eventos dopaís. A empresa tem como uma de suas acionistas a americana IMG, uma empresa global de esporte, moda e mídia. A companhia possui entre seus ativos eventos em modalidades como Tênis (Rio Open, maior evento de tênis da América do Sul),Golfe (Brasil Champion, CBG Pro Tur), Vela (Volvo Ocean Race e Match Race Brasil), Esportes Radicais (Bowl Jam), Futevôlei (mundial e brasileiro 4x4), basquete (NBA), entre outros. A IMX atua também na gestão de imagem e carreira de atletas como Neymar, Thiago Silva, Rodrigo Pessoa e Gabriel Medina. Junto com Odebrecht e AEG, faz parte do Consórcio Maracanã S.A., responsável pelaadministração do Complexo do Maracanã pelos próximos 35 anos. A IMX é sócia da Rock World S.A, detentora da marca Rock in Rio, e do Cirque du Soleil, numaparceria que permitirá à empresa explorar a marca e suas diversas vertentes de negócios na América do Sul.

IMG - A EXPERIÊNCIA POR TRÁS DO RIO OPEN

IMG administra um portfólio insuperável de eventos e tenistas profissionais. A empresa possui, administra ou representa alguns dos mais importantes torneios de tênis do mundo, entre eles estão o Australian Open, Wimbledon, Sony Open, OpenBanc Sabadell, em Barcelona e o Open da Malásia, em Kuala Lumpur. Com início em 1978 pelo lendário treinador de tênis de Nick Bollettieri, o programa de Tênis da Academia IMG Bollettieri foi pioneira no conceito de ser uma "academia de treinamento de tênis" e estabeleceu o padrão para a indústria desde então. Alunos / formandos notáveis incluem Andre Agassi, Jim Courier, TommyHaas, Martina Hingis, Jelena Jankovic, Monica Seles, Maria Sharapova,SerenaWilliams e Venus Williams, Heather Watson, Vera Zvonereva, Ryan Harrison, e Kei Nishikori. IMG representa os melhores jogadores e jogadoras de tênis no mundo de hoje: as principais estrelas da era moderna, como Novak Djokovic, Maria Sharapova e Venus Williams, as futuras estrelas de amanhã, como Kei Nishikori e Ryan Harrison, e as lendas do jogo, como John McEnroe, Bjorn Borg e Monica Seles.

Compartilhe