Orlando Luz, a jovem promessa do tênis brasileiro ganhou
convite para disputar o Rio Open Qualifying, torneio que acontece nos dias 18 e
19 de fevereiro, valendo as últimas vagas para a chave principal do Rio Open, o
maior torneio de tênis da América do Sul. Os jogos do Rio Open Qualifying acontecem a partir das 10:00, no Jockey
Club Brasileiro.

Orlando Luz, número um do ranking mundial juvenil em 2015, é uma das maiores
promessas do tênis nacional. Aos 16 anos foi medalha de ouro em duplas nos
Jogos Mundiais da Juventude e campeão de duplas em Wimbledon. Aos 17,
conquistou o bicampeonato do Banana Bowl e do Campeonato Internacional Juvenil
de Porto Alegre. A trajetória profissional começou simultaneamente à juvenil, e entre 2015 e
2016, o gaúcho já levantou dois troféus torneios da série Future, em simples e
três nas duplas. Em simples, foi três vezes vice-campeão e alcançou a semifinal
de dois Challengers.

“Estou muito feliz com esse convite, quero agradecer à IMM, ao Luiz
Carvalho e a todos que fazem esse torneio. No ano passado tive a oportunidade
de poder jogar meu primeiro ATP e no Rio. Agora vou tentar uesar um pouco dessa
experiência que tive para jogar melhor, mais relaxado do que o ano passado. Não
joguei tão bem como eu queria. Este ano vou com um pouco mais de noção do que
vou enfrentar e espero dar o meu máximo, para fazer valer essa oportunidade.
Não é todo dia que a gente tem essa chance de jogar um ATP 500 em casa,”
disse o tenista de 18 anos.

“Todo ano o Rio Open faz questão de dar oportunidade aos tenistas jovens.
Além de conviver e enfrentar tenistas entre os top 100 e outros que já estiveram
entre os top 50, eles vivem o clima de um ATP 500, que é bem diferente da
rotina de início de carreira, contando com a ajuda da torcida e com chance de
conseguir uma vaga na chave principal do maior torneio de tênis da América do
Sul,” disse Luiz Procopio Carvalho, diretor do Rio Open Qualyfying.

A chave classificatória do ATP World Tour 500 tem 16 tenistas. Treze entram
direto através do ranking e além de Orlando Luz, outros dois ganharão convite
da organização para jogar a fase classificatória. O grande destaque do Rio Open qualifying é o também brasileiro João Souza, o
Feijão.

Na chave principal, que acontece de 20 a 26 de fevereiro, já estão garantidos
os top 10 Kei Nishikori e Dominic Thiem, os destaques David Ferrer, Fabio
Fognini e Pablo Cuevas, além dos brasileiros Thomaz Bellucci, Thiago Monteiro e
Rogerio Dutra Silva.

Share this post on: