Luz, Reis, Meligeni e Pucinelli decidem nesta sexta as outras 2 vagas. Jogos acontecem a partir das 18h na Sociedade Harmonia de Tênis

Depois de um dia sem partidas por conta da chuva, os tenistas voltaram a disputar nesta quinta-feira vaga na chave principal do Rio Open 2020, oferecida ao campeão da Maria Esther Bueno Cup. O vice-campeão ganha vaga no qualifying do ATP 500, em fevereiro, no Rio de Janeiro. Além de Dominic Thiem, 4o da ATP e Borna Coric, hoje foi confirmada a presença no maior torneio de tênis da América do Sul, do Diego Schwartzman, argentino 14o do mundo.

Com o objetivo de incentivar a nova geração do tênis nacional, a Maria Esther Bueno Cup reúne oito tenistas brasileiros até 23 anos na Sociedade Harmonia de tênis, clube onde a maior tenista do país foi criada. Divididos em dois grupos de quatro, onde todos jogam entre si, os dois melhores de cada grupo fazem a semifinal no sábado e a final, no domingo.

Thiago Wild, atual campeão e Rafael Matos, vice-campeão de 2018 garantiram, antecipadamente, duas vagas na semifinal.

“Foi uma ótima exibição, joguei muito bem, sólido, seguro. Boa partida para deslanchar no torneio e seguir firme para a semifinal. Mais um passo rumo a vaga no Rio open”, comentou Wild. Ele venceu Felipe Meligeni por 6/3 e 6/3, somando duas vitórias no Grupo Alcides Procopio, enquanto Meligeni ficou com uma vitória e uma derrota. Matheus Pucinelli está também com uma vitória, a de hoje sobre Gilbert Klier Jr por 6/3 6/0 e uma derrota, justamente para Wild. O confronto direto entre os dois definirá a segunda vaga do grupo.

“Foi um jogo muito bom desde o começo. Estava tranquilo de cabeça e joguei bem taticamente, deixando ele sem muita saída. Agora amanhã vai ser decisivo contra o Felipe, vai ser um jogo duro” falou Pucinelli.

Orlando Luz e João Lucas Reis decidem a segunda vaga do grupo Pedro Bueno

Depois de perder hoje para Rafael Matos, por 6/4 4/6 e 10/8, Orlando Luz soma uma vitória e uma derrota. Para avançar à semifinal da Maria Esther Bueno Cup, assim como seu adversário João Lucas Reis, precisa vencer o confronto direto de amanhã. Reis venceu hoje Lucas Koelle por 7/5 0/6 e 10/5.

“Dessa vez, veio a vitória. Foi duro, ele passou o caminhão no segundo Set, mas consegui voltar no terceiro, fui sólido e agressivo quando precisei. Gosto de quadra pesada, me dá tempo de pensar o que fazer, mas amanhã é o Orlando, já perdi para ele duas vezes mas, será outro dia e vou com tudo para esse jogo”, explicou Reis sobre a expectativa de um tempo fechado nesta sexta.

Com as duas vitórias sobre Reis e Orlando, Matos, vice-campeão de 2018 está em posição confortável para jogar nesta sexta contra Koelle, tenista convidado pelo clube.

“É bom já estar classificado para a semifinal, é o segundo jogo mais importante do torneio, porque já vale a vaga no qualifying. Amanhã vou jogar mais solto, já pensando pra frente”, contou Matos.

Resultados de quinta, 28/11
Grupo Pedro Bueno
Rafael Matos d. Orlando Luz 6/4 4/6 10/8
João Lucas Reis d. Lucas Koelle 7/5 0/6 10/5

Grupo Alcides Procopio
Tiago Wild d.Felipe Meligeni 6/3 6/3
Matheus Pucinelli d. Gilbert Klier 6/3 6/0

Programação sexta, 29/11
Quadra 1
18h Orlando Luz x Lucas Reis
Felipe Meligeni x Matheus Pucinelli

Quadra 2
18h Lucas koelle x Rafael Matos
Thiago Wild x Gilbert Klier

A Maria Esther Bueno Cup segue até domingo na Sociedade Harmonia de Tênis e a final terá transmissão ao vivo no www.globoesporte.com

Share this post on: