Marcelo Melo (Fotojump)

A sétima edição do Rio Open apresentado pela Claro terá uma chave de duplas fortíssima. Com cinco jogadores top 10 do ranking mundial, o ATP 500 disputado no Jockey Club Brasileiro promete boas partidas e muita emoção. Os ingressos podem ser adquiridos no site www.tudus.com.br/rioopen com preços a partir de R$ 30.

Os brasileiros Bruno Soares e Marcelo Melo vieram ao Rio com seus parceiros do circuito. Bruno e o croata Mate Pavic enfrentarão na estreia, em data a ser definida, o argentino Andres Molteni e o italiano Lorenzo Sonego. Campeão do US Open e do Australian Open 2016, Bruno se juntou a Pavic no meio da temporada passada e eles já somam um título, do Masters 1000 de Xangai.

Melo e o polonês Lukasz Kobut, cabeças de chave número 2, estreiam contra a parceria formada pelo uruguaio Pablo Cuevas e pelo espanhol Fernando Verdasco. Cuevas foi campeão de duplas em 2017 com o espanhol Pablo Carreno Busta. E Verdasco também venceu o Rio Open, com o compatriota David Marrero, em 2018. Kubot é o atual número 8 do mundo, seguido por Melo.

Os colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal, respectivamente números 1 e 2 do ranking mundial, encaram na primeira rodada os brasileiros Orlando Luz e Rafael Matos, que receberam convite da organização. Farah e Cabal já venceram o Rio Open duas vezes – 2016 e 2014 – e viveram a melhor temporada no ano passado, com a conquista de Wimbledon e do US Open.

Outra forte dupla é formada pelo espanhol Marcel Granollers e pelo argentino Horacio Zeballos, este número 4 do mundo. Na estreia eles pegam o argentino Juan Ignacio Londero e o espanhol Albert Ramos Vinolas.

Campeões do ATP de Córdoba há uma semana, Marcelo Demoliner e o holandês Matwe Middelkoop encaram na estreia o tcheco Roman Jebavy e o eslovaco Igor Zelenay. Outros jogos: Sander Gille (BEL)/Joran Vliegen (BEL) X Felipe Meligeni (BRA)/ Thiago Monteiro (BRA), Maximo Gonzalez (ARG)/Fabrice Martin (FRA) x Pablo Andujar (ESP)/Roberto Carballes Baena (ESP), e Qualifier x Ariel Behar (URU)/Gonzalo Escobar (ECU). 

Share this post on: