Dominic Thiem/Fotojump

 

O campeão do Rio Open 2017, o austríaco Dominic Thiem, chega para sua quinta participação no maior torneio de tênis da América do Sul animado. Vice-campeão do Australian Open, em janeiro, o número 4 do mundo pode sair do Rio na terceira colocação, desbancando o suíço Roger Federer. A chave principal do Rio Open começa na segunda-feira, no Jockey Club Brasileiro. Os ingressos podem ser adquiridos no site www.tudus.com.br/rioopen com preços a partir de R$ 30.

Com três vice-campeonatos em Grand Slams – além do AUS Open, perdeu a final de Roland Garros duas vezes para Nadal – Thiem acredita que pode cada vez mais se aproximar dos tops Djokovic, Nadal e Federer. “É um grande objetivo e, se for bem aqui, vai me ajudar a ir atrás do terceiro lugar no ranking”, disse o jogador de 26 anos.

Acostumado com o torneio e ambientado na cidade, Thiem espera ter uma boa semana no Jockey. “Adoro jogar aqui, a energia da cidade é especial, e tem muito a oferecer. Gosto muito da América no Sul e é a única semana que venho ao Brasil no ano. Saibro é o piso que mais gosto, me sinto como se estivesse em casa”, disse o jogador,  que visitou o Arpoador no final da tarde de sexta, na hora do pôr do sol. “Acho bonito as praias daqui, por ficarem próximas dos prédios, da cidade o que não é muito comum na Europa”.

O austríaco caiu na primeira rodada do Rio Open no ano passado. Nesse período fez mudanças na sua equipe. Trouxe o ex-jogador chileno Nicolas Massu para ser seu treinador, e terminou a temporada com cinco títulos. “Foi uma grande mudança e foi acertada. Massu trouxe coisas novas para meu jogo, me deixando mais agressivo, mas também tendo liberdade para definir algumas jogadas em quadra”.

Além de Thiem, o croata Borna Coric, um dos grandes nomes da nova geração da ATP, também concedeu entrevista coletiva. Aos 23 anos, Coric já foi o 12º do ranking, em 2018, mas sofreu com uma série de lesões nos últimos anos. Atual 31º, espera fazer uma boa campanha em sua primeira participação no Rio Open. “Estou adorando a cidade, viver essa nova experiência no circuito. Me programei para jogar aqui desde outubro. Não gosto de jogar indoor e optei pelo saibro, no Rio. Não joguei tão bem nos últimos torneios, por isso chego aqui sem expectativas. Quero pensar jogo a jogo e tentar fazer o melhor”, disse.

Schwartzman sente lesão e desiste do Rio Open

O argentino Diego Schwartzman sofreu uma lesão na perna esquerda, em sua partida no ATP de Buenos Aires, na noite de sexta-feira, e precisou desistir do Rio Open.

O sorteio da chave principal será realizado neste sábado às 18h.

Share this post on: