Dominic Thiem/Fotojump

O austríaco Dominic Thiem e o croata Borna Coric tiveram trabalho, mas venceram seus jogos nesta quinta-feira e estão nas quartas de final do Rio Open apresentado pela Claro. O número 4 do ranking mundial derrotou o espanhol Jaume Munar, de virada, por 6/7 (5), 6/3 e 6/4, em 2h41. Já Coric, um dos destaques da nova geração, eliminou o brasileiro Thiago Wild por 6/3, 1/6, 7/6 (5), em 2h19. Os dois voltam a jogar nesta sexta, pelas quartas de final. Thiem enfrentará o italiano Gianluca Mager, no terceiro jogo da quadra central. Coric pega outro italiano, Lorenzo Sonego, no segundo jogo da rodada, que começa às 15h, com a partida entre o chileno Cristian Garin e o argentino Federico Coria. Os ingressos do Rio Open podem ser adquiridos no site www.tudus.com.br/rioopen. Restam poucas unidades.

O público que vier ao Rio Open nesta sexta terá boa oferta de música dentro e fora das quadras. A recepção ficará por conta do duo Digga Digga Duo, com um resgate de canções das décadas de 20 e 30. A quadra central irá receber o saxofonista Rodrigo Sha nos intervalos das partidas, além de participações fora de quadra.

Thiem, vice-campeão do Australian Open em janeiro e campeão no Rio em 2017, tinha duas vitórias sobre Munar, que treina na academia de Rafael Nadal. Mesmo com o bom retrospecto encontrou dificuldades para superar o rival. “Jaume fez uma boa partida e não me deu pontos de graça. Não estou na mesma forma que estava na Austrália, o que é normal. Não jogava no saibro desde agosto passado. O que importa é que ganhei, e que lutei do primeiro ao último ponto”, disse o jogador, que está perto de ultrapassar o suíço Roger Federer no ranking mundial.

Será a primeira vez que Thiem enfrentará o adversário desta sexta, o italiano Mager, que venceu o português João Domingues por 6/3 e 7/6 (5). “A campanha aqui no Rio está sendo um sonho para mim. Não joguei bem na semana passada, mas cheguei no Rio e estou jogando o melhor tênis da minha vida”, disse Mager. “Enfrentar o Thiem será a realização de um sonho, vou aproveitar ao máximo essa oportunidade”.

Coric elimina Wild no tiebreak do terceiro set

Na partida entre Coric e Wild, o croata venceu o primeiro set, viu o brasileiro empatar e ganhou a partida no tiebreak. Foi a vitória de número 50 da carreira dele no piso de saibro em torneios ATP. “Sabia que seria difícil, que ele teria toda torcida a seu favor. Mesmo sem ainda ter jogado contra ele, assisti sua estreia e esperava por dificuldades”, disse o tenista de 23 anos, ex-número 12 do ranking e que disputa o Rio Open pela primeira vez.

O próximo adversário de Coric, o italiano Sonego, eliminou o sérvio Dusan Lajovic, cabeça de chave número 2, por 7/6 (5) e 7/6 (5). Sonego, de 25 anos e atual número 52 do mundo, disputa sua primeira quartas de final de um ATP 500. O italiano tem um título na carreira, em Antalya 2019. “Coric é um ótimo jogador, tem vitória sobre Federer, tenho que tentar fazer o meu melhor em quadra”, disse Sonego, que quando chegou no Rio vinha de uma sequência de 11 derrotas.

Convidado pela organização para jogar a chave principal, Wild saiu contente por ter alcançando a segunda rodada. “Foi uma boa partida, tive minhas chances, mas não aproveitei. De qualquer maneira saio daqui vendo o lado positivo da minha participação. Acho que estou mais maduro, que meu jogo evoluiu, e tive uma melhora na parte física bem grande”, disse o jogador de 19 anos, que fez o jogo mais longo da história do Rio Open, com 3h50, na estreia contra o espanhol Alejandro Davidovich Fokina.

Share this post on: