Os italianos Fabio Fognini e Simone Bolelli venceram o mexicano Santiago Gonzalez e o argentino Andres Molteni, neste domingo, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (4) e 6/2, e estão na final de duplas do Rio Open apresentado pelo Claro. Os italianos enfrentarão o brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray, ainda neste domingo, após a decisão de simples entre o espanhol Carlos Alcaraz e o argentino Diego Schwartzman. A semifinal também foi agendada para este domingo porque choveu na quinta-feira e alguns jogos foram adiados. Fognini também jogou simples e disputou duas partidas na sexta, sendo eliminado na semi por Alcaraz.

Os italianos têm retrospecto favorável contra Bruno e Murray. Foram duas vitórias neste ano, no Australian Open e Sydney. É a segunda vez que eles jogam juntos no Rio – perderam na primeira rodada em 2017. Fognini e Bolelli têm três títulos juntos, sendo o mais importante o Australian Open de 2015.

Molteni e Gonzalez, eliminados pelos italianos, estavam embalados por dois títulos nas últimas semanas – Buenos Aires e Córdoba.

Já Bruno tem três títulos de Grand Slam nas duplas – US Open 2020, Australian Open e US Open 2016, estes dois últimos com Murray. Esta é a terceira vez que ele joga no Rio com o britânico, e a primeira vez que alcança a final. Juntos conquistaram 12 títulos no total, e Bruno tem 35 em toda a carreira. A final do Rio Open será a 23ª da dupla. Eles retomaram a parceria no ano passado e já ganharam dois troféus – St. Petersburgo e Melbourne, além de serem vice no US Open.

O Brasil teve representantes na final de duplas em duas edições do Rio Open – em 2014, Marcelo Melo e o espanhol David Marrero foram vice, mesmo resultado de Rogério Dutra Silva e Thomaz Bellucci em 2019.

Share this post on: