MEB CUP

MARIA ESTHER BUENO CUP 2019

Um grande jogo marcou o encerramento da 2a edição da Maria Esther Bueno Cup, na Sociedade Harmonia de Tênis, neste domingo. Felipe Meligeni Alves venceu de virada Thiago Wild e conquistou o título da competição, que ainda dá ao campeão, wild card (convite) para a vaga principal do Rio Open, o maior torneio da América do Sul. O vice-campeão, Thiago Wild, ganhou convite para o qualifying do ATP 500. Este será o primeiro ATP na carreira de Meligeni que atualmente mora e treina na Espanha e no último ano subiu mais de 700 posições no ranking, onde atualmente é o 393o.

Com um convite para um ATP 500 em jogo, Meligeni entrou nervoso em quadra e perdeu o primeiro set por 6/2. Precisou virar, o que não foi fácil diante da confiança do 213o do mundo. Venceu o segundo no tie break por 7/4 e neste momento entrou definitivamente no jogo para emplacar 6/3 no terceiro e finalmente comemorar o prêmio com a família- incluindo o tio, Fernando Meligeni.

“Vai ser muito especial jogar um ATP 500 no Brasil, e acho que esse convite agora foi muito merecido, porque venho batalhando o ano inteiro. Comecei nos Futures, subi para os Challengers e agora estar na chave do Rio Open, é incrível, é muito especial”, contou Meligeni. “Vou me preparar bem, fazer a pré-temporada e treinar muito para chegar da melhor maneira possível no Rio.”

A Maria Esther Bueno Cup é uma promoção da IMM com realização do ICT.

MARIA ESTHER BUENO CUP 2018

Em 2018, o Rio Open realizou pela primeira vez a Maria Esther Bueno Cup, o primeiro torneio NextGen do Brasil. Reunimos os oito melhores jogadores brasileiros até 23 anos, e eles disputaram em quadra um convite para a chave principal do Rio Open 2019. As partidas foram realizadas na Sociedade Harmonia de Tênis, a segunda casa de Maria Esther, em São Paulo.

O atual campeão juvenil do US Open, Thiago Wild, conquistou a vaga na chave principal do Rio Open ao derrotar Rafael Matos na final por 6/3 e 6/4.

Os dois jogadores terminaram na liderança de seus grupos invictos, com três vitórias cada. Matos saiu na frente nos dois sets, mas Wild conseguiu aproveitar as oportunidades para virar e fechar em 6/3 6/4 e garantir a vaga.

“Quero agradecer a todos que estiveram aqui nesses dias, que me apoiaram nos jogos da fase de grupos, quando estava perdendo, e sempre consegui virar. As condições aqui me favoreceram, é bem rápido, e agora é treinar muito para chegar no Rio Open em condições de fazer uma boa semana”, disse Wild após a cerimônia de premiação.

“Agradeço ao Rio Open por esta oportunidade de disputar essa vaga, e parabéns ao Thiago também pela conquista”, falou Matos.

“Tivemos durante quatro dias, os melhores Next Gen brasileiros em quadra, com jogos de alto nível. A Maria Esther Bueno Cup cumpriu seu objetivo de promover, apoiar e dar oportunidade à jovens jogadores, em prol do desenvolvimento do tênis brasileiro. O evento também ajudou a manter viva a memória de nossa maior tenista”, comentou Luiz Carvalho, Diretor do Rio Open.

“Plantou-se uma semente para se criar um canal de desenvolvimento do tênis para os mais jovens. Os meninos vieram em peso e o Thiago venceu com mérito, depois de quase perder os jogos na fase de grupos e tem um grande potencial como jogador”, encerrou Ricardo Acioly, Diretor de Relações do Rio Open e do Instituto RJ de Tênis.