CLIQUE AQUI PARA REEMBOLSO DA PULSEIRA CASHLESS O Rio Open apresentado pela Claro reforçou sua importância para o calendário do tênis com grandes nomes do esporte em quadra, diversas atrações para o público fora dela e o incentivo para crianças e jovens de projetos sociais com o Rio Open Kids e o Torneio Winners. O chileno Cristian Garin foi o grande campeão neste domingo, dia 23, no Jockey Club Brasileiro, com o italiano Gianluca Mager com o vice-campeonato. Nas duplas, o espanhol Marcel Granollers e o argentino Horacio Zeballos ficaram com o título ao vencerem italianos Salvatore Caruso e Federico Gaio. Pela primeira vez as partidas do qualifying foram transmitidas no site do evento, com as disputas das quadras Guga Kuerten, 1, 2 e 4 do complexo. Fora das quadras, o maior torneio de tênis da América do Sul e único da ATP no Brasil reuniu 50 mil pessoas no Jockey Club Brasileiro. Quem não pode estar no Jockey Club para acompanhar, teve a opção de assistir pelo SporTV mais de 60 horas de transmissão e cerca de 58 horas no Globoesporte.com. O sinal da TV foi enviado para mais de 190 países e o material produzido pelos 257 jornalistas credenciados levou todo o clima da competição para o mundo. “O público compareceu em peso ao Jockey. Essa sétima edição foi bastante positiva e nos mostrou como fomos abraçados pelo Rio de Janeiro. O Rio Open está consolidado como um evento obrigatório no calendário da cidade nesta época do ano. Cariocas e turistas de outras regiões e países lotaram o espaço desde o início, transformando o Leblon Boulevard em uma verdadeira mistura de sotaques e idiomas”, afirma Marcia Casz, diretora

Continue Reading

 2
O chileno Cristian Garin conquistou a edição 2020 do Rio Open apresentado pela Claro, o maior título da sua carreira, ao derrotar neste domingo o italiano Gianluca Mager por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (3) e 7/5, em 1h35. Pela vitória, o chileno de 23 anos recebeu premiação de R$ 1.561.487 e 500 pontos, ficando pela primeira vez entre os top 20 do ranking mundial. O Rio Open é o maior torneio de tênis da América do Sul. Integra o seleto grupo de 13 torneios denominados ATP 500 do calendário - apenas três são no saibro -, e é o único ATP do país. O super domingo da sétima edição do Rio Open teve as duas finais - simples e duplas - e a continuação dos jogos das semifinais, adiados por causa da chuva no sábado. Garin, que conquistou o quarto título da carreira em um ano, venceu na semi o croata Borna Coric por 6/4 e 7/5. E Mager, responsável por eliminar o austríaco Dominic Thiem, venceu na semi o húngaro Attila Balazs por 7/6 (4), 4/6 e 7/6 (2). "Estou muito emocionado, foi uma semana incrível, especial, a mais importante da minha carreira, vou lembrar para sempre. Vencer aqui significa muito para mim, conquistar um torneio dessa magnitude me dá confiança para seguir em frente", disse Garin, cabeça de chave número 3 do Rio Open e que conquistou a nona vitória seguida - foi campeão em Córdoba há duas semanas. "Receber o troféu das mãos de Guga significa muito, algo que nunca imaginei na minha vida. É por momentos assim que me sacrifico todos os dias." Mesmo após a maratona de jogos, Garin e Mager

Continue Reading

 3
O argentino Horacio Zeballos e o espanhol Marcel Granollers, cabeças de chave número 3, venceram os italianos Federico Gaio e Salvatore Caruso por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 5/7 e 10/7, neste domingo, e conquistaram o título da chave de duplas do Rio Open apresentado pela Claro. Foi o segundo título seguido da dupla - venceram em Buenos Aires há uma semana - e o primeiro no ATP 500 do Rio. Eles também têm juntos o título do Masters 1000 do Canadá e o vice-campeonato do US Open, ambos em 2019. Pelo título, a dupla recebeu premiação de US$ 114.200, e 500 pontos no ranking. "Vencer um torneio importante como esse nos dá confiança de que estamos indo pelo caminho certo", disse Granollers. Zeballos, número 4 do mundo e que agora soma 14 títulos de duplas na carreira, também comemorou a conquista. "Tive uma linda carreira nas simples (foi 39º e ganhou um título) e não imaginava chegar onde estou nas duplas. Não me arrependo de nada nas simples, mas estava longe de ficar próximo dos top 10. Por outro lado, nas duplas estou melhor do que pensava. Ainda sou jovem e tenho muitos desafios pela frente, jogar finais de Grand Slam, disputar um Finals...", disse o tenista de 34 anos. Já os italianos Gaio e Caruso comemoraram a chance de lutar pelo título no Rio, a primeira final de ATP dos dois juntos. "Quando chegamos aqui, ficamos na dúvida se íamos jogar juntos ou não. Disputamos o qualifying, entramos na chave, e chegamos na final. Somos amigos, nos conhecemos bem e vivemos uma semana especial aqui", disse Gaio. Os campeões Zeballos e Granollers venceram na semifinal

Continue Reading

 1
  Os atletas brasileiros cadeirantes Ymanitu Silva, décimo colocado do ranking mundial na categoria Quad, e Daniel Rodrigues, 12º da categoria Open, disputaram uma partida exibição com seus técnicos neste domingo, no Rio Open apresentado pela Claro. Rodrigues e Sérgio Afonso venceram Silva e Bruno Baptista por 6/3. A partida teve o objetivo de dar visibilidade aos atletas cadeirantes para os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020. A ação é uma parceria do Rio Open, Fila e Confederação Brasileira de Tênis (CBT). Rodrigues, de 33 anos, é o primeiro colocado no ranking brasileiro e medalhista de prata e de bronze nos Jogos Parapan-americanos Toronto 2015. Portador de malformação congênita nas pernas, jogava futebol de muletas, quando um professor o encaminhou para o tênis em cadeira de rodas. Na época tinha 19 anos. No ano passado, Rodrigues venceu o Aberto da Suíça. Silva, de 36 anos, foi quinto colocado nos Jogos do Rio 2016 e vice-campeão de duplas em Roland Garros no ano passado. O atleta jogava tênis desde criança e sofreu um acidente de carro aos 24 anos, quando teve uma lesão na coluna cervical. Na decisão em Roland Garros, a primeira de um cadeirante do país em Grand Slam, Silva contou com a torcida do tricampeão Gustavo Kuerten na arquibancada.    
 1
O chileno Cristian Garin derrotou o croata Borna Coric por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5, na tarde deste domingo, e vai disputar o título do Rio Open apresentado pela Claro contra o italiano Gianluca Mager, que venceu o húngaro Attila Balazs por 7/6 (4), 4/6 e 7/6 (2). A decisão será ainda neste domingo, às 17h30, na quadra central. As semifinais também foram hoje por causa da chuva que adiou as partidas de sábado. A final contra Mager, responsável por eliminar o austríaco Dominic Thiem nas quartas, será a quinta da carreira de Garin, e a primeira de um ATP 500. Cabeça de chave número 3, o chileno de 23 anos, vive a melhor fase da carreira, com três títulos conquistados nós últimos 11 meses, e a campanha no Rio vai deixá-lo mais perto do top 20. O chileno entrou no jogo deste domingo, contra o ex-número 12 do ranking, tendo vencido o primeiro set por 6/4 e com empate no segundo por 4 a 4. "O dia de ontem foi muito longo, estava cansado, então foi bom que a partida foi adiada para hoje. Melhor que não avançou para o terceiro set. Estou contente por alcançar minha quinta final, mas decisões são para serem vencidas, e preciso entrar muito concentrado para dar o meu melhor em quadra", disse Garin, que conquistou a oitava vitória seguida - foi campeão em Córdoba há duas semanas. Coric fez uma avaliação positiva da sua participação no torneio. "Ele jogou muito bem, estava confiante, mas deixo o torneio feliz por ter jogado bem, melhor do que no início da temporada. Foi uma ótima experiência vir para o Rio, conhecer

Continue Reading

 3
  Os italianos Federico Gaio e Salvatore Caruso eliminaram o brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukazs Kubot, cabeças de chave número 2, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 10/4, no início da tarde desde domingo, e garantiram um lugar na final do Rio Open. A decisão será contra o argentino Horacio Zeballos e o espanhol Marcel Granollers ainda neste domingo, às 15h, na quadra central. Zeballos e Granollers venceram os brasileiros Thiago Monteiro e Felipe Meligeni, convidados pela organização, por 7/6 (4) e 6/4. As semifinais tinha começado na sexta-feira e foram adiadas devido à chuva. Os melhores resultados de brasileiros no Rio Open foram os vice-campeonatos de Melo em 2014, em parceria com o espanhol David Marrero, e no ano passado, com Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva. O ex-número 1 do mundo lamentou mais uma derrota em casa. "Não conseguimos impor nosso ritmo, ser mais agressivos e fazer nosso jogo de saque e voleio. Nunca tínhamos jogado contra eles, que são jogadores de simples. As condições lentas da quadra acabaram favorecendo o estilo de jogo deles, mais no fundo da quadra. Temos que tirar lições dessa derrota e seguir", disse Melo. Já os italianos Gaio e Caruso comemoraram a chance de lutar pelo título no Rio, a primeira final de ATP dos dois juntos. "Quando chegamos aqui, ficamos na dúvida se íamos jogar juntos ou não. Disputamos o qualifying, entramos na chave, e aqui estamos. Somos amigos, nos conhecemos bem e estamos vivendo essa semana especial. Agora é aproveitar a chance contra outra dupla tão forte como Melo e Kubot", disse Gaio. Os adversários Zeballos e Granollers somam dois títulos juntos, o

Continue Reading

 1
 O domingo do Rio Open apresentado pela Claro será cheio. Por causa da chuva que caiu na cidade neste sábado, as semifinais de simples e de duplas foram interrompidas e vão continuar neste domingo, a partir das 11h. A final está prevista para as 17h30, na Quadra Guga Kuerten. Na mesma quadra, às 13h, o chileno Cristian Garin, terceiro cabeça de chave do torneio, dará continuidade a seu confronto contra o croata Borna Coric. Garin, que está numa sequência de sete vitórias consecutivas e vem de um título em Córdoba, venceu o primeiro set na noite deste sábado por 6/4 e estava empatado no segundo em 4/4. Esta é a quinta semifinal de ATP de Garin. Ele busca uma vaga em sua primeira final de ATP 500. Garin e Coric já se enfrentaram em outra ocasião. Foi em Hertogenbosch, no ano passado, e o tenista croata levou a melhor. Coric chegou à semi do Rio Open depois de derrotar o italiano Lorenzo Sonego na noite de sexta-feira. Esta é a primeira semifinal do croata no saibro desde seu triunfo em Marrakech, em 2017. Quinto cabeça de chave no Rio, Coric vai tentar a virada sobre o chileno para chegar à sétima final de um torneio da ATP. Ele possui dois títulos, o de Marrakech e o de Halle, em 2018, um ATP 500. Na outra semifinal, o italiano Gianluca Mager, que eliminou o favorito Dominic Thiem nas quartas, derrotou o húngaro Attila Balazs no primeiro set por 7/6 (4) e o segundo estava empatado em 3 a 3. O jogo continua a partir das 13h, na quadra 1.
 13
Devido à chuva, a programação do Rio Open teve de ser alterada. Agora, a programação do SUPER DOMINGO de decisões do Rio Open começa às 11h. Quem adquiriu ingressos para sábado, pode realizar a troca dos mesmos para domingo na bilheteria do Rio Open, a partir das 10h. Isso inclui quem trocou o ingresso de sexta para sábado. É preciso que a troca seja feita, presencialmente, pelo titular da compra (nome que consta no ingresso), com apresentação do mesmo e documento com foto. Portadores de ingressos de domingo poderão acompanhar todas as partidas do dia. Com a extensa programação do SUPER DOMINGO, a reentrada está liberada. Os ingressos do tipo promocional, cortesia, corporativo ou de gratuidade não são sujeitos a reembolso nem troca. Confira a Programação QUADRA GUGA KUERTEN 11h [WC] F. Meligeni Rodrigues Alves (BRA) / T. Monteiro (BRA) vs [3] M. Granollers (ESP) / H. Zeballos (ARG) 67(6) 10 Não antes de 13h [3] C. Garin (CHI) vs [5] B. Coric (CRO) 64 44 Não antes de 15h [WC] F. Meligeni Rodrigues Alves (BRA) / T. Monteiro (BRA) ou [3] M. Granollers (ESP) / H. Zeballos (ARG) vs [Q] S. Caruso (ITA) / F. Gaio (ITA) ou [2] L. Kubot (POL) / M. Melo (BRA) Não antes de 17:30 [Q] G. Mager (ITA) ou [LL] A. Balazs (HUN) vs [3] C. Garin (CHI) ou [5] B. Coric (CRO) QUADRA 1 11h [Q] S. Caruso (ITA) / F. Gaio (ITA) vs [2] L. Kubot (POL) / M. Melo (BRA) 11 Não antes de 13h [Q] G. Mager (ITA) vs [LL] A. Balazs (HUN) 76(4) 33
 10
As semifinais da chave de duplas do Rio Open apresentado pela Claro, programadas para este sábado, foram adiadas para domingo devido à chuva que caiu na cidade. Os jogos recomeçam às 11h, com o confronto entre o brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukazs Kubot contra os italianos Salvatore Caruso e Federico Gaio, na Quadra 1. Na Quadra Guga Kuerten, no mesmo horário, Felipe Meligeni e Thiago Monteiro terminam o jogo contra o argentino Horacio Zeballos e o espanhol Marcel Granollers. A final será às 15h, na Quadra Guga Kuerten. Como a programação do Rio Open sofreu alterações por causa da chuva, quem adquiriu ingressos para sábado (22), pode realizar a troca dos mesmos para domingo (23) na bilheteria do Rio Open, a partir das 10h. Isso inclui quem trocou o ingresso de sexta (21) para sábado. É preciso que a troca seja feita, presencialmente, pelo titular da compra (nome que consta no ingresso), com apresentação do mesmo e documento com foto. Portadores de ingressos de domingo poderão acompanhar todas as partidas do dia. Os ingressos do tipo promocional, cortesia, corporativo ou de gratuidade não são sujeitos a reembolso nem troca. As partidas das semifinais de duplas chegaram a começar neste sábado e foram interrompidas. Meligeni e Monteiro perderam o primeiro set para Zeballos e Granollers por 7/6 (6), e vencem o segundo por 1 a 0. Melo e Kubot empatam o primeiro set contra Gaio e Caruso por 1 a 1. Melo é um dos brasileiros com melhor resultado no Rio Open. Foi vice-campeão na primeira edição, em 2014, em parceria com o espanhol David Marrero. No ano passado, Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva também perderam a final.
 9
O italiano Gianluca Mager surpreendeu o favorito Dominic Thiem neste sábado, por 2 sets a 0, com parciais 7/6 (4) e 7/5, e está na semifinal do Rio Open apresentado pela Claro. O adversário pela vaga na final será o húngaro Attila Balazs, que venceu o espanhol Pedro Martinez por 2/6, 6/4 e 6/2. A partida será ainda neste sábado, no segundo jogo da quadra central, com rodada que começa às 17h. A partida entre Thiem e Mager começou na sexta-feira e foi interrompida pela chuva quando o italiano vencia o primeiro set por 7/6 (5) e o segundo por 2 a 1. Na continuação, neste sábado, o austríaco, campeão da edição 2017 do Rio Open, teve a chance de levar a decisão para o terceiro set quando sacou no 6 a 5. Mas o italiano de 25 anos, que veio do qualifying e não perde um set desde então, não sentiu a pressão e quebrou o número 4 do mundo para avançar à semifinal. "Estou sem palavras, emocionado, essa vitória foi a realização de um sonho, afinal Thiem é um jogador extraordinário", disse Mager, número 128º do mundo. Com a derrota, Thiem perdeu a chance de subir para o terceiro lugar no ranking, ultrapassando o suíço Roger Federer na lista que sairá na segunda-feira. "Tentei fazer mudanças na maneira de jogar em relação ao que tinha feito na sexta, mas não deu certo. Não joguei no meu nível e estou triste pela derrota e por não ter ido mais longe no torneio ", disse o vice-campeão do Australian Open em janeiro. "Não é fácil sair de um torneio (na Austrália) com condições diferentes daqui, piso também, onde fiquei exausto

Continue Reading

 3